Vitória (ES): SNA conquista reintegração de funcionário dispensado da LATAM

por SINDICATO NACIONAL DOS AEROVIÁRIOS, 08/05/2017 às 11:38 em Artigos

O 1 de maio, Dia do Trabalhador, foi especialmente comemorado por Leandro Mattos de Sousa, funcionário de limpeza do Aeroporto Eurico de Aguiar Salles, em Vitória (ES). Nesta data, o profissional retornou às atividades laborais, um ano após ter sido demitido da LATAM. O retorno ao trabalho foi uma conquista conjunta do SNA (Sindicato Nacional dos Aeroviários) e sua assessoria jurídica, que conseguiram a reintegração do aeroviário. 

Leandro foi apenas o primeiro. Sua reintegração é resultado de uma ação do SNA, que também representa outros três profissionais que se encontram na mesma situação. Eles foram demitidos dois dias após ganharem na justiça o direito ao adicional de periculosidade, que equivale ao aumento de 30% no salário. Este processo também foi resultado de uma ação plúrima iniciada pelo Sindicato.

Demissão 

Luís Fernando Rambo Franqueve, diretor do SNA em Vitória e coordenador da entidade na região sudeste, afirma que a empresa apenas esperou que os funcionários realizassem um curso de certificação, que necessita de número mínimo de profissionais por aeronave segundo exigência da ANVISA, para depois demiti-los. 

"A justiça determinou direito à periculosidade mais pagamento de cinco anos retroativos em 16 de abril de 2016. A ordem do pagamento em folha seria no dia 18. Nesta mesma data, os funcionários deveriam realizar o curso da ANVISA que exigia número mínimo de funcionários. Assim que o curso acabou, a empresa demitiu os quatro profissionais de limpeza, incluindo Leandro”, conta o dirigente sindical. 

Franqueve também acredita que a demissão tenha sido uma forma de intimidar os funcionários e fazer com que eles não entrem com ação reivindicando o direito ao adicional de periculosidade. Segundo ele, aeroviários e aeroviárias se recusaram a iniciar o processo após a demissão dos seus colegas. “Porém, a reintegração de Leandro apenas comprova a legitimidade deste benefício e do trabalho realizado pelo nosso Sindicato”, afirma o diretor do SNA. 

Agora que retornou às suas atividades normais, o aeroviário reintegrado só tem a agradecer todo o trabalho e empenho do SNA neste processo. “O SNA me ajudou bastante, desde a entrada do processo até a causa ganha”, declara Leandro.  

Texto: Cláudia Fonseca | Ag.Amora

Foto: Direção SNA

Tags:   vitoria   periculosidade   latam   eurico-aguiar-salles