Táxi Aéreo: Empresas propõem apenas 4% de reajuste como abono, sem retroativo

por SINDICATO NACIONAL DOS AEROVIÁRIOS, 11/05 às 14:17 em Artigos

A última reunião de negociação da Campanha Salarial de Táxi Aéreo 2016/2017, realizada no dia 4 de maio na sede do SNETA (Sindicato Nacional das Empresas de Táxi Aéreo), no Rio de Janeiro, apenas confirma a intransigência do patronato. As companhias ofereceram apenas 4% de reajuste salarial em forma de abono, sem direito ao retroativo à data base da categoria, que é em 1 de dezembro, mais R$ 600 em vale alimentação. Sindicatos filiados à FENTAC/CUT (Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil/Central Única dos Trabalhadores) não aceitam levar proposta à assembleia por entender que ela é muito ruim.  

Selma Balbino, diretora do SNA (Sindicato Nacional dos Aeroviários) que representa a entidade nos encontros, lamenta a falta de sensibilidade das empresas. "A categoria flexibilizou sua reivindicação inicial de 11% para 8%, mas nem assim o patronato sinaliza uma contraproposta que possa ao menos ser apresentada para votação da categoria em assembleia. As empresas devem demonstrar a mesma boa vontade que os trabalhadores e trabalhadoras tiveram”, avalia. A próxima rodada de negociação está agendada para 29 de maio.      

Campanha Salarial 2015/2016

Aeroviários e aeroviárias do setor de táxi aéreo amargam a intransigência das empresas desde a Campanha Salarial 2015/2016. Como o SNETA se recusou em dar reajuste salarial que contemplasse ao menos o INPC (Índice Nacional de Preço do Consumidor) do período, apesar da greve realizada nos Heliportos de Campos de Goytacazes (RJ) e Farol de São Tomé (RJ) em 15 de dezembro de 2016, entidades filiadas à FENTAC/CUT foram obrigadas a entrar com dissídio coletivo pelo TST (Tribunal Superior do Trabalho). O relator já foi definido e os Sindicatos aguardam o posicionamento da justiça.    

Texto: Cláudia Fonseca | Ag. Amora 

Foto: Cynthia Tomari | Ag. Amora

Tags:   campanha-salarial-taxi-aereo-2016-2017   campanha-salarial-taxi-aereo-2015-2016