SNA integra comissão que debate a atualização dos manuais de formação dos mecânicos

por SINDICATO NACIONAL DOS AEROVIÁRIOS, 27/02/2018 às 20:01 em Artigos

SNA (Sindicato Nacional dos Aeroviários) participa do encontro da CNT (Comissão Nacional de Treinamento), realizado no dia 20 de fevereiro, na sede da Asagol (Associação dos Aeronautas da Gol), em São Paulo. O objetivo da comissão é debater a atualização dos manuais de formação profissional dos mecânicos de aeronave, comissários e pilotos, distribuídos pela ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil).

A direção do SNA foi representada pelo dirigente sindical Cláudio Vizzoni, que atua como mecânico de aeronaves na Azul Linhas Aéreas, base Porto Seguro (BA). Vizzoni explica que o grupo surgiu a partir da preocupação da Comissão Nacional de Prevenção de Acidentes Aéreos, que percebeu a necessidade de atualização das publicações destinadas à formação dos profissionais do setor. Segundo ele, o encontro é um marco para a aviação civil brasileira, por ter identificado que todos os manuais estão defasados e necessitam urgentemente de atualização.

“Para se ter uma ideia, os manuais de formação dos mecânicos ainda ensinam a trabalhar com aeronaves de tela (tecidos), estruturas em madeira e motores que são encontrados em museus, como o motor radial que equipava aeronaves na Segunda Guerra Mundial e já não são mais usados no Brasil desde a década de 70”, afirma Vizzoni.

Para o dirigente sindical, a participação do Sindicato no projeto é de fundamental importância, pois possibilita agregar profissionais que já aplicam na prática todos os conhecimentos técnicos necessários. “É uma tarefa longa que está apenas começando. A conclusão do trabalho será destinada ao CENIPA (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), que encaminhará os manuais com recomendação para a ANAC”, explica.

Próximos manuais

Os novos manuais, além de uma linguagem e grade curricular mais atual, vão interagir com as novas tecnologias disponíveis no mercado. As informações defasadas não somente são prejudiciais para os profissionais, como também para as empresas, pois implicam no aumento de custos para atualizar o conhecimento técnico dos profissionais recém formados.

O objetivo é que o projeto seja concluído em 2019, para que os manuais sejam utilizados pelas escolas de aviação em 2020. Os próximos encontros já devem ser realizados na sede da ANAC, para que a Agência possa participar de forma mais ativa neste processo.

Participação do SNA

O Sindicato Nacional dos Aeroviários e o Sindicato Nacional dos Aeronautas são as únicas entidades sindicais que integram a comissão. Além delas, participaram do encontro representantes da Embraer, Seripa (Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) V e VI, EFI Escola de Aviação, das Universidades Morumbi Anhembi e Estácio de Sá, além da Asagol, entidade responsável pela coordenação do evento.

Texto: Ag. Amora

Foto: Divulgação

Tags:   mecanicos-de-aeronave   anac   cnt   cenipa